Arqueologia, etnologia e etno-história em Iberoamérica: fronteiras, cosmologia, antropologia em aplicação

Autores

Rodrigo Luiz Simas de Aguiar, Org.
Universidade Federal da Grande Dourados
https://orcid.org/0000-0001-8973-8332
Jorge Eremites de Oliveira, Org.
Universidade Federal de Pelotas
https://orcid.org/0000-0001-9148-1054
Levi Marques Pereira, Org.
Universidade Federal da Grande Dourados
https://orcid.org/0000-0002-8513-2613

Sinopse

Assentado nos campos da antropologia sociocultural e da arqueologia, o livro apresenta textos científicos que discutem dos laudos antropológicos às festividades populares. Os ensaios foram elaborados dentro de três eixos norteadores: cosmologia, territorialidade e antropologia em aplicação. Contando com a participação de quinze pesquisadores dos campos da arqueologia e da antropologia procedentes de seis diferentes países do contexto ibero-americano, a presente obra reflete o esforço de uma rede de saberes e cooperação científica que tem na Universidade Federal da Grande Dourados um de seus epicentros.

1ª edição esgotada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Luiz Simas de Aguiar, Org., Universidade Federal da Grande Dourados

Bacharel e Licenciado em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997) e Doutor em Antropologia pela Universidade de Salamanca - Espanha (2003). Hoje é professor associado da Universidade Federal da Grande Dourados, onde coordena o Laboratório de Arqueologia. Atua como professor convidado do Programa de Pós-graduação em Antropología de Iberoamérica", da Universidade de Salamanca - Espanha. Desenvolve pesquisa nas áreas de Arqueologia Pré-histórica, Arte Rupestre e Antropologia Cultural.

Jorge Eremites de Oliveira, Org., Universidade Federal de Pelotas

Licenciado em História pela UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1991), mestre e doutor em História/Arqueologia pela PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1995, 2002) e concluiu estágio de pós-doutoramento em Antropologia Social pelo Museu Nacional da UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). É docente na UFPel - Universidade Federal de Pelotas, onde atua como docente no curso de graduação em Antropologia e no Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural. Na mesma Instituição, atuou de 2013 a 2018 no Programa de Pós-Graduação em Antropologia, articulado nos campos da Antropologia Social e Cultural e da Arqueologia. Tem experiências nos campos da Arqueologia, Antropologia Social e História, com ênfase em Etnoarqueologia, Etnologia Indígena e Etno-história, bem como na produção de laudos administrativos e judiciais sobre terras tradicionalmente ocupadas por comunidades indígenas. Desde os anos 1990 acumula experiências em trabalhos com comunidades indígenas, sobretudo entre os Fulni-ô do Santuário dos Pajés, Guarani (Ñandeva), Guató, Kaiowá, Nambikwara (Katitaurlu do vale do Sararé) e Terena, e com algumas comunidades quilombolas nas regiões Centro-Oeste e Sul. Atualmente realiza pesquisas junto a comunidades Guató na região do Pantanal.

Levi Marques Pereira, Org., Universidade Federal da Grande Dourados

Graduado e licenciado em Ciências Sociais pela PUCCAMP, especialista em História da América Latina (UFMS), possui mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (1999), doutorado em Ciências (Antropologia Social) pela Universidade de São Paulo (2004), pós-doutorado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (2009) e pós-doutorado em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo (2016). Atualmente é professor associado na Universidade Federal da Grande Dourados, onde leciona na Faculdade Intercultural Indígena (Licenciatura Intercultural Indígena - Teko Arandu) e participa dos programas de pós-graduação em Antropologia e História. Bolsista de Produtividade em Pesquisa 2 - CNPq. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Etnologia Sul-americana, atuando principalmente nos seguintes temas: parentesco e organização social, conhecimentos indígenas, antropologia da religião, infância e gênero, história indígena, terras indígenas e movimento social. Realizou perícias para a justiça (estadual e federal), trabalhos técnicos para governos, UNICEF e UNESCO e, também atuou em estudos de licenciamento ambiental.

Capa para Arqueologia, etnologia e etno-história em Iberoamérica: fronteiras, cosmologia, antropologia em aplicação
Publicado
dezembro 31, 2010

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978 -85-61228-74-3
Publication date (01)
2010