Fronteiras invisíveis: as relações do Brasil com a América Latina

Autores

Marcos Antonio da Silva, Org.
Universidade Federal da Grande Dourados
Guillermo Alfredo Johnson, Org.
Universidade Federal do Maranhão
https://orcid.org/0000-0002-6508-3105

Sinopse

Este livro procura discutir as relações do Brasil com a América Latina. Partindo da constatação de que “fronteiras invisíveis” dificultaram o conhecimento e a aproximação com os países da região, apresenta estudos comparados e analíticos da política externa brasileira, procurando compreender as características de tal relação e constatando que, apesar dos avanços, ainda há um longo caminho a percorrer. A obra apresenta: análise dos estudos de relações internacionais e sua colonização por conceitos que dificultam um conhecimento genuíno e próprio do Brasil e da região; análise da integração regional, pensando a aproximação Brasil-Argentina e a criação do Mercosul; debate sobre a atuação brasileira contemporânea e os condicionantes para o aprofundamento do processo de integração regional; análise comparativa das ações do governo Lula e Kirchner, sobre a relação Brasil-Cuba no presente século e sobre a geopolítica brasileira para toda a região. 

Livro disponível somente doação.

Confira as condições para doação em: https://portal.ufgd.edu.br/setor/editora/doacoes-livros

Os pedidos podem ser encaminhados para editora.livros@ufgd.edu.br ou entregues na sede da Editora da UFGD.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Antonio da Silva, Org., Universidade Federal da Grande Dourados

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Paraná (1997), Mestrado em Sociologia Política pela Universidade Federal do Paraná (2002), Doutorado em estudos sobre Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo (PROLAM/USP) (2006) e Pós-Doutorado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) (2017). É professor associado da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), atuando no curso de Ciências Sociais e no Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS), além de ter chefiado o Escritório de Assuntos Internacionais (ESAI). Tem experiência na área de Ciência Política e Relações Internacionais atuando sobre os seguintes temas: Partidos Políticos, Eleições, Reforma e Conjuntura Política, Migrações Internacionais e América Latina (Revolução Cubana e MERCOSUL).

Guillermo Alfredo Johnson, Org., Universidade Federal do Maranhão

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996), é Mestre (1999) e Doutor (2006) em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina. Foi Professor da Universidade Federal da Grande Dourados, atualmente é Professor Associado na Universidade Federal do Maranhão. Realizou Pós-doutorado em Ciências Sociais na UNESP/Marília (2016) e foi Professor Visitante na Universidade Autônoma de México (2016). Tem lecionado e pesquisado principalmente nos seguintes temas: Estado, políticas públicas e política latino-americana. Suas últimas produções focalizam discussões em torno do Estado e das Políticas Públicas, a questão democrática e os movimentos sociais, sempre considerando aspectos da Política Internacional, particularmente relacionada com a inserção da América Latina no cenário internacional.

Capa para Fronteiras invisíveis: as relações do Brasil com a América Latina
Publicado
dezembro 31, 2016

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978-85-8147-126-6
Date of first publication (11)
2016
Dimensões físicas
14cmx21cm